Data | 24 de julho de 2018 (terça-feira), início às 17:15 | término às 18:45

Local | Ninho

Participantes (11)

  • Allan Iwama | IBICT/UFRJ
  • Gabriela Murua | Unicamp
  • Lúcia Muniz | E.M. Tancredo Neves
  • Suzana Lourenço | Vigilância Sanitária/Ubatuba
  • Thiago L. Cordeiro | E.E. Profª Semíramis Prado de Oliveira
  • Leandro Lagoz | E.M. Tancredo Neves
  • Janaína Cassiano dos Santos | UFRRJ
  • Miguel Vieira de Lima | Ninho-Ubatuba
  • Adriana Lippi | Instituto Costa Brasilis
  • Ana Carolina S. Barbosa | FCT-OTSS
  • Jorge I. Alves Junior | FCT-CNCTC

Pauta

1. Projeto submetido ao edital Petrobras Socioambiental, parceria LindaGeo com Instituto Ilhabela Sustentável

O Coletivo LiNDAGeo apoiou e colaborou com a submissão do projeto “ODSs no território do Pré-Sal” do Instituto Ilhabela Sustentável para o edital Petrobras Socioambiental 2018. O LindaGeo ficará responsável por espacializar e disponibilizar on-line os indicadores socioambientais levantados pelo projeto. Essa parceria pode ser essencial para consolidar uma IDE regional indo de encontro com um dos principais objetivos atualmente do coletivo. O resultado do edital deverá ser divulgado pela Petrobras no 2º semestre de 2018 sem data fixa. Esclareceu-se os objetivos da inserção do LindaGeo no projeto, dando a saber quem é o proponente e que ações específicas se espera alcançar. O projeto foi elaborado a partir do projeto enviado ao Canadá em 2017 e gira em torno de atividades formativas em geoprocessamento e banco de dados e obtenção de um servidor para abrigar os dados já disponíveis. Foi lembrado também, a importância de continuarmos buscando novos editais e a necessidade de escrever projetos relacionados com a construção e manutenção de uma plataforma de dados abertos referentes ao território do Litoral Norte de São Paulo.


2. Minicurso aberto LindaGeo | SIG e aplicações de dados LindaGeo e Infraestrutura de Dados Espaciais (IDE), previsto para segunda semana de agosto.

O minicurso vai acontecer nos dias 9 e 10 de Agosto de 2018 no laboratório de informática da E.M. Tancredo Neves. Espera-se atingir 38 participantes, sendo aproximadamente 5-8 provenientes de comunidades tradicionais.

  • 09/08 – Manhã – SIG e aplicações no LiNDAGeo ( teórica)
  • 09/08 – Tarde – SIG e aplicações no LiNDAGeo (prática)
  • 10/08 – Manhã – IDE tendo o LiNDAGeo como nó local para o acesso a informação e fortalecimento e engajamento de usuários no acesso, uso e compartilhamento de dados e informações no litoral norte de São Paulo e adjacências.

Instrutores: Renê Novaes (DSR/INPE) e Hesley Py (PPGCI-UFRJ/IBGE) Foi sugerida a reserva de algumas vagas para o núcleo jovem do Fórum de Comunidades Tradicionais. Na conversa ficou registrado a necessidade de criação de infraestrutura espalhadas, a principio nas três regiões de Ubatuba, mas que também se aplica as demais cidades do LN, para que oficinas, propagação e apoderamento da informação seja realizada com mais eficiência.


3.Trabalhos via Núcleo BDG e Núcleo ViDA e Publicações Científicas no Litoral Norte de São Paulo

Foi falado sobre a necessidade e importância de escrevermos artigos de trabalhos para consolidar a produção do coletivo. Suzana propôs em redatar um Think Piece, nos moldes da ONU, tratando do tema “La Zonificación Ecológica y Económica como instrumento de poder: análisis comparativo sobre los procesos decisorios y la participación en Amazonía y el Bosque Atlántico Brasileño”. Nesse texto, a sofrer adaptações, é possível apresentar os andamentos do LindaGeo no sentido de oferecer ferramentas à população para acompanhamento do ZLN.


4. Edital da Fundação O Boticário, diálogo sobre a co-construção de projetos na área marinha-costeira, possibilidades entre LindaGeo, Inc.Ubalab*, Instituto Costa Brasilis e parceiros. * veja último encontro Inc.Ubalab Tecnologias livres para monitoramento ambiental

Articulação para alcançar um “produto mínimo viável“ (Minimum Viable Product - MVP) envolvendo o LindaGeo, o Inc.ubalab e o Intituto Costa Brasilis como proponente. Analisar possibiidades de expandir essa proposta para apresentação no IBICT.


Encaminhamentos

  1. O que? | Organizar pequenos grupos para cuidar de demandas específicas LindaGeo. Quem? | Comitê articulador (Allan, Gabi Sartori, Suzana e Lúcia) deverá puxar esse planejamento/organização.
  2. O que? | Núcleos jovens do projeto com metas e premiação para mapearem seus territórios. Quem? | Janaina (estudante de topografia e cartografia da UFRRJ) propôs a formação/mobilização.
  3. O que? | Plano de comunicação entre os bairros de Ubatuba, trocando experiências sobre suas peculiaridades, com enfoque nos jovens. Quem? | Thiago Lobão pode apoiar junto com a E.E. Profª Semíramis Prado de Oliveira
  4. O que? | GT de produção de dados do MPF, no qual participa o Juninho. Quem? | Juninho pode trazer informações sobre a organização destes dados abertos sobre questões fundiárias, CAR, etc.

Colaboradores

Colaboraram para a ata/memória da reunião, Suzana Lourenço e Thiago Lobão. Revisão de Allan Iwama.