Diferenças

Aqui você vê as diferenças entre duas revisões dessa página.

Link para esta página de comparações

ubatech:carta [2017/09/27 15:58] (atual)
efeefe criada
Linha 1: Linha 1:
 +Carta de [[https://​pt.wikipedia.org/​wiki/​Jon_Hall|Jon "​Maddog"​ Hall]] sobre o fórum UbaTech:
  
 +Ubatuba é conhecida como um destacado destino turístico brasileiro. Se por um lado isso gera divisas e empregos nas temporadas, é desejável que também se desenvolvam outros campos de atuação econômica sustentável na cidade, e que atuem durante o ano inteiro.
 +
 +Já foi sugerido que Ubatuba poderia acolher o desenvolvimento de um parque tecnológico,​ estabelecendo uma atividade econômica de base tecnológica com baixo ou nenhum impacto ambiental, e que contribua para a atividade fora dos períodos de alta temporada, além de sustentar as áreas da hospitalidade (acomodação,​ alimentação e transporte, entre outros) e educação (tanto ensino médio e técnico quanto superior). O avanço na tramitação do Projeto de Lei do Congresso Nacional que autoriza a criação da Universidade Federal do Litoral Norte Paulista é uma das confirmações dessa visão.
 +
 +O Software Livre vem sendo utilizado no Brasil há muitos anos, permitindo o desenvolvimento de projetos “em tempo e dentro do orçamento”. O Software Livre permite que os recursos que normalmente seriam enviados para fora do país com o pagamento de licenças de software proprietário - para corporações americanas e europeias - sejam aplicados localmente, garantindo emprego para programadores locais, administradores de sistemas e outros profissionais técnicos.
 +O Software Livre também assegura que o usuário assuma o controle. Com empresas de software proprietário,​ o software pode tornar-se obsoleto caso a empresa abandone o negócio ou pare de dar suporte para uma versão ou equipamento em particular - e o cliente fica sem escolha, perde o controle. Com Software Livre, qualquer cliente (seja governo, associação setorial, órgão educacional ou outro) pode decidir migrar para outra versão ou um novo produto, ou mesmo permanecer com a versão antiga e fazer as mudanças necessárias para continuar funcionando. O “controle” retorna ao cliente, em vez de ficar nas mãos do fornecedor de software proprietário.
 +
 +Os encontros do UbaTech vão demonstrar a governos, negócios e gestores de educação como as Tecnologias Livres (que atualmente abrangem também o hardware e a cultura além do software) podem baixar os custos de implementação,​ permitir soluções customizadas para clientes, e direcionar uma maior parte dos custos de implementação de volta à economia local, uma vez que os responsáveis pela implementação reinvestem o que faturam ao pagar por alimentação,​ moradia e recolhimento de impostos locais, entre outros. No primeiro encontro, no dia 11 de outubro, você vai saber sobre:
 +  * Um projeto do LSI TEC para planejar e montar computadores single-board de baixo custo, uma organização sem fins lucrativos associada à Universidade de São Paulo. O projeto foi reconhecido como uma iniciativa oficial de “internet das coisas” pelo governo brasileiro. O primeiro computador a ser produzido será chamado “Labrador”.
 +  * Um curso online sobre “Internet das Coisas” voltado a estudantes do ensino médio e superior, criado pela Universidade de São Paulo, com o objetivo de estimular o desenvolvimento de negócios sobre este tema.
 +  * Uma distribuição amigável de GNU/Linux chamada “Endless OS”, que não requer muitos recursos nem uso de rede e é perfeita para ações de inclusão digital. Ela roda bem inclusive no computador Labrador descrito acima.
 +  * Um produto de Código Aberto para computação em nuvem peer-to-peer que é seguro e estável, permitindo que você controle onde seu armazenamento e seu processamento são feitos, e permite até mesmo que você venda, compre ou troque recursos computacionais adicionais através da internet.
 +  * Um sistema de telefonia de Código Aberto, desenvolvido em Florianópolis,​ que permite que você substitua os caros sistemas de PABX por serviço telefônico de alta qualidade a uma fração do preço.
 +  * Centenas de milhares de programas desenvolvidos pela comunidade de Software Livre que estão disponíveis para download livre e gratuito pela internet.
 +  * Maneiras de usar as comunidades e tecnologias abertas para melhorar as condições de acesso à internet na região.
 +  * Um projeto para auxiliar jovens dedicados a bancar os custos de sua própria educação superior, ao oferecer para Pequenas e Médias Empresas serviço de suporte técnico a respeito do uso de seus sistemas de tecnologia, particularmente instalando e capacitando pessoas no uso de Software Livre de qualidade, customizado para suas necessidades.
 +  * Casos reais de empreendedores e profissionais que construíram uma carreira em Tecnologias Livres a partir de Ubatuba;
 +  * O caminho para uma carreira de sucesso com tecnologias abertas através das certificações oferecidas pelo LPI - Linux Professional Institute.
 + 
 +Os palestrantes deste encontro incluem integrantes da comunidade técnica de Ubatuba, além de representantes do poder público local e de outras partes, discutindo de que forma o Hardware e Software Livres podem melhorar a vida econômica e cultural de Ubatuba. Estes projetos não são ilusões ou promessas futuras, mas produtos e soluções que já estão disponíveis hoje, para proporcionar melhorias imediatas aos negócios e organizações da cidade.
 +
 +Não se trata de um único dia de evento, mas de uma verdadeira convocação para desenvolver o plano de transformar Ubatuba em uma estrela brilhante das Tecnologias Livres no Brasil. Ele envolverá tanto um grupo local de pessoas com perfil técnico quanto outros que se importam com o país, oferecendo sua ajuda para fazer de Ubatuba não somente um destino turístico, mas o “pólo das Tecnologias Livres” no Brasil.
 +
 +Depois deste encontro, haverá um dia para demonstrar as diferentes tecnologias de software, e um dia de treinamento técnico. Anunciaremos nas próximas semanas mais detalhes sobre esta programação complementar.
 +
 +Além de tudo isso, haverá um sorteio de prêmios valiosos no encontro, para agradecer por seu tempo e participação. O sorteio será gratuito, mas você precisa estar presente no início para pegar seu bilhete e ao final para o sorteio.
 +
 +Solicitamos que você se planeje para participar do encontro no dia 11/10, preste atenção ao que será dito, e ofereça seu apoio para a empreitada. Assuma o controle sobre o futuro tecnológico de Ubatuba. ​
 +
 + Um caloroso abraço,
 + Jon “maddog” Hall, CEO da OptDyn e Presidente do Conselho do LPI