Registros fotográficos da oficina


Informação dos facilitadores
  • Allan Iwama (IBICT/UFRJ)
  • Hesley Py (IBICT/UFRJ | IBGE)
  • Rene Novaes (INPE)
  • Monica Tatiane (INPE)
  • Daniele de Paula (INPE)
  • Janaina dos Santos (UFRRJ)

Descrição

Mini-oficina introdutória de Sistemas de Informações Geográficas e Infraestruturas de Dados Espaciais em dois módulos:

  1. 1º dia - Sistemas de Informação Geográfica (SIG);
  2. 2º dia - Infraestrutura de Dados Espaciais (IDE).

No primeiro dia da oficina serão apresentados conceitos básicos sobre SIGs e bases de dados institucionais, apresentando aplicações para mapeamento dos territórios da Serra do Mar e da Bocaina, utilizando o software livre Quantum GIS.

No segundo dia, será destinado a apresentar o que é uma IDE e suas funcionalidades, mostrando potenciais e desafios para sua implementação, com alguns exercícios de visualização dos dados produzidos no Litoral Norte de São Paulo, com base em dados do Litoral Norte Dados Abertos Geoespaciais - LindaGeo e dados sugeridos pelos usuários.


Público alvo

O público alvo são pessoas com interesse em se aproximar de conceitos de cartografia e SIG e questões sociais/ambientais, buscando mapear os movimentos históricos-culturais na sua região, criar um mapa que aponte a ausência dos serviços básicos no seu bairro, atualizar áreas de conflitos sociais ou ambientais, mapear áreas de perigos de escorregamento de terra, inundações, entre outros.

O público-alvo na atividade prática no dia 9 de agosto (período das 14h - 17h), com atividades no Laboratório de Informática (LabUbaGeo) da escola municipal Tancredo Neves, são estudantes da escola Tancredo (pós-médio em Meio Ambiente, Guia de Turismo, entre outros), gestores públicos, núcleo jovem e membros do Fórum de Comunidades Tradicionais, com pouco ou nenhum conhecimento sobre SIG e QGIS.

O público-alvo na atividade do dia 10 de agosto (período das 8:30h - 12h), são a comunidade em geral, interessada em conhecer como os bancos de dados e mapeamentos podem ser utilizados em uma IDE.


Expectativas

Espera-se que os participantes tenham uma aproximação do que são os SIGs, dados espaciais e ferramentas de geoprocessamento, bem como visualizar dados, consumi-los e compartilhar a partir de um protótipo de Infraestrutura de Dados Espaciais utilizando a base de dados reunida pelo Grupo LindaGeo e outras bases de dados.

A partir desta mini-oficina, poderá ser acordado com os participantes outros módulos mais detalhados para atender à demandas específicas dos participantes.


Programação do curso
1º Dia (9/8) | Manhã. Início 8:30 - Almoço 12:00 | Tarde. Início 13:30 - Término 17:30

Conteúdo

  • Introdução à Cartografia, Sensoriamento Remoto e Geoprocessamento
  • aplicações e análises espaciais LindaGeo
  • fontes de dados vetoriais, raster
  • como abrir um dado vetorial e matricial no QGIS
  • classificar um shape segundo seus atributos
  • produção de um layout/mapa no QGIS

2º Dia (10/8) | Manhã. Início 8:30 - Almoço 12:00

Conteúdo

  • LindaGeo e aplicações
  • o que é IDE
  • exemplos de como as bases e dados poderiam se ligar em nós para Litoral Norte usando uma IDE, para serem consumidos por pessoas que estão interessadas, por exemplo: impacto do pré-sal na biodiversidade da zona costeira; dados de saneamento com perigos de desastres
  • importância de catálogo de metadados
  • importância de uma política entre instituições para compartilhamento de dados